3 dicas para harmonizar queijos e vinhos

Não há nada melhor do que uma noite de queijos e vinhos, não é mesmo? Seja sozinho ou com uma companhia especial, essa dupla faz com que qualquer situação fique mais agradável. Porém, harmonizar queijo e vinho pode ser mais complicado do que parece. Mas, não se preocupe! Nós, do Empório Canastra Premium, preparamos 3 dicas que irão te ajudar a harmonizar essas delícias.

Uma parceria de longa data

No Brasil, o alimento é típico da culinária mineira, porém o queijo é conhecido por ser um dos alimentos mais antigos da história da humanidade. Não há um registro exato de sua origem, porém há registros de que os Assírios, Caldeus, Egípcios e, posteriormente, Gregos e Romanos já produziam essa delícia. 

Assim como seu companheiro de harmonização, não há registros oficiais de quando o vinho surgiu. Porém, há indícios de que ele existe desde o início da nossa civilização, aparecendo em registros da Antiguidade Clássica e, até mesmo, no Velho Testamento da Bíblia.

De acordo com a história, a combinação de queijos e vinhos surgiu na antiguidade clássica e pode ser explicada devido às semelhanças no processo de elaboração de ambos os produtos, o que faz com que a sinergia entre eles seja tão apreciada.  

Há também relatos de que nas famosas vinícolas francesas, havia um lema que era bastante conhecido e seguido: “para vender vinhos, sirva queijo”. Esse lema perdura até hoje e faz com que o país seja mundialmente reconhecido por seus queijos e vinhos deliciosos, que agradam o paladar do mais leigo, até dos mais aclamados críticos gastronômicos.

Como harmonizar queijo e vinho?

Ao harmonizar esses dois produtos, primeiro é preciso entender que as percepções de sabor são fundamentais. Assim, os queijos, por possuírem sabores mais fortes e marcantes, acabam exercendo o papel de dominação na harmonização. Porém, ele não pode anular ou diminuir a presença do vinho no paladar. 

Entendendo isso e seguindo as três dicas abaixo, você conseguirá harmonizar seus queijos e vinhos preferidos e ter uma noite agradável.

1. Dicas básicas, porém essenciais

Para começar, há algumas dicas básicas que você deve seguir. Por isso, anote-as para utilizar na hora de fazer a harmonização:

  • Queijos mais leves e moles pedem vinhos mais suaves. Assim como, vinhos mais fortes e encorpados, vão bem com queijos com textura mais dura e sabor mais forte. Isso se deve ao fato que a intensidade de sabores deve ser equivalente.
  • Produtos produzidos na mesma região tendem a combinar melhor. Isso se dá pelo fato que, durante o processo de fabricação, os próprios produtores ajustaram os sabores para que a combinação fosse feita.
  • Em caso de dúvidas, opte por vinhos brancos. Por serem mais versáteis, esse tipo de vinho combina bem com quase todos os tipos de queijos e momentos.
Fonte: Giphy.

2. Como funciona na prática?

Para facilitar o processo de harmonização, abaixo separamos 3 tipos de queijos com dicas dos melhores vinhos para combinar com eles. Vamos lá?

  • Queijos frescos geralmente combinam com vinhos brancos leves, que não passaram pelo processo de envelhecimento, como o Torrontés Vintage, Don Guerino Avvio ou o Don Guerino Chardonnay Terroir Selection.
  • Queijos com a casca lavada são conhecidos pelo forte aroma e, por isso, estão entre os mais difíceis de harmonizar. Por isso, os vinhos mais perfumados podem ser o equilíbrio perfeito os sabores terrosos e pungentes conhecidos desses queijos. Uma boa opção de combinação são os vinhos Pinot Blanc, Pinot Gris e Cabernet Franc maduro.
  • Queijos azuis são aqueles nos quais foram adicionadas bactérias e realizados furos no processo de produção, como o Cuest’azul e o Alvorada. Eles recebem esse nome por apresentarem bolor azul, além de um sabor e aroma inconfundíveis. Por serem queijos geralmente servidos após as refeições, combinam com vinhos doces, como Porto e Sauternes.

3. Tudo pronto, hora de servir

Opte por servir os produtos em rodadas, e não todos de uma vez. Assim, é possível combinar o tipo de queijo com os vinhos servidos no momento e ter a harmonização perfeita. Uma boa prática, é servir água entre as rodadas, para que os convidados limpem o paladar e aproveitem ao máximo todos os sabores.

Na hora de comprar os produtos, os especialistas indicam que, em uma comemoração casual, seja calculado uma garrafa de vinho a cada duas pessoas. No caso dos queijos, caso eles sejam o acompanhamento principal da noite, o ideal é considerar de 150g a 200g por convidado.

Eles podem ser acompanhados de outros elementos, como produtos de charcutaria, pães e geleias, para aliviar o paladar. Outros bons acompanhamentos são as oleaginosas e frutas secas, que possuem o objetivo de limpar as papilas.

Agora que você já aprendeu as principais dicas para fazer a harmonização de queijos e vinhos, que tal colocar em prática? Você pode contar com o Empório Canastra Premium para ter os melhores produtos na sua mesa e ter orientações mais detalhadas sobre as melhores harmonizações.

6 comentários em “3 dicas para harmonizar queijos e vinhos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s